domingo, 14 de dezembro de 2008

Quem é quem?

Parece que os meus, poucos, seguidores apreciaram bastante as fotos que os levam até à sua infância. Assim, para aqueles que já não se lembram dos que estão na foto cá vai a legenda.


Perdoem-me mas o mais fácil para todos é relembrar alguns pelas alcunhas que eram conhecidos(as). Espero não errar em nenhum.




Da esquerda para a direita de cima para baixo:

Alberto "Milharó", Rui Contente, Zézinho Arsénio, Mário Raspino, Suzana "dos Montinhos", Carlos Alberto Fróis, Joaquim Octávio (Pato), Eduardo "Gatinha" (será???), Cristina "da Pólvora", Filomena, Isabel "Catrinita", Sónia Marreiros, Rui "Badalo", Luis "do Augusto", Celmira, Ana Margarida, Rosália. Os outros dois penso que seriam filhos de uma professora que cá estava na altura. A professora também não conheço. Alguém pode ajudar?





Da esquerda para a direita de cima para baixo:

Guida, Graça "do Forno", Lena, Rosário, Silvia (???), Cristina "do Forno", Zézinha Júlio, Maria Ermelinda, Luis "Cunha", Joaquim Amaro, Edudardo Fróis, Humberto "Cajado" (Ovinho), Zé "do Barranquinho" (falecido), Rui "Cajado" (falecido), Nuno "Marmelada", Mário Contente, Carlos "14". A professora é a D. Bábita que ainda exerce em Figueira de Cavaleiros, para os que se lembram é a mulher do professor Nabor. O bébé, esse podem saber dele aqui.






Da esquerda para a direita de cima para baixo:

Jacinto "do Vale Perdizes" (falecido), Joaquim António, Mário Contente, Helder Guerreiro, Rui "Cajado" (falecido), Eduardo Fróis, Humberto "Cajado" (Ovinho), Vitinho, Joaquim Amaro, Graça "do Forno", Guida, Margarida, Lena, Zézinha "da Maceira", Leontina, Rosário (de branco), Maria Ermelinda, Paula "do Golfão". A professora é a D. Bábita.




Se alguém tiver fotos do género que gostasse de ver publicadas podem enviar para: smartinhodasamoreiras@gmail.com .

6 comentários:

Rosália Marques disse...

Olá Nuno:

Bom trabalho.Muito bem. Gostei muito de ver as fotos. Vou ver o meu album e se encontrar mais algumas fotos deste género eu envio-te.

Em relação à primeira foto, recordo-me que a professora se chamava Maria José. As duas crianças da fila da frente são a Marta (filha da professora) e o Ricardo (neto da Senhora Maria Antónia Alberto).

Beijinhos e bom trabalho

S. Martinho das Amoreiras disse...

Obrigado Rosália. Só uma correcção o miúdo, se é o neto da srªa Maria Antónia Alberto, chama-se Hugo.

Parece que o mistério desta foto ficou desvendado.

Humberto (Ovinho) disse...

Sou o Humberto Carlos Isidro (Ovinho), o irmão do Rui (Cajado) que estamos nas fotos da escola, penso eu que seijamos nós !! Bem adorei, fiquei muito emocionado e já não me lembrava de tais fotos. Fiquei super contente, porque nao tenho quais quer recordações desse tempo de escola, e é sempre bom ver amigos (as) dessa nossa grande terra que se chama SÃO MARTINHO DAS AMOREIRAS. Um abraço sentido para todos, continuem com o excelente trabalho que tem feito com o site da nossa terra. Obrigado a todos ! "Foi bonito".

S. Martinho das Amoreiras disse...

Obrigado Humberto.

Não tenho muito jeito para escrever mas vou ver se continuo com este pequeno blog que nos ajude a todos a recordar e a viver a Nossa Terra, principalmente aos que estão fora.

Um Abraço
Nuno Duarte

Poemas & Contos disse...

Eu também nasci em S Martinho monte dos Montinhos mas vim cedo para Lisboa embora agora vá muitas vezes vizitar a nossa terra, não sou do tempo das fotos, mas sou do tempo da tranquilidade que se vivia lá. E já agora aqui vai um poema:

Aquela casa branquinha / que deixei no Alentejo/ hoje está muito velhinha / quando por ela passo / não sabe que já foi minha.

Não lhe digo que a conheci / pois pode muito bem chorar / seríamos duas a deitar lágrimas / e onde as iríamos secar!

Beijos para todos os amigos, maria marques

Anónimo disse...

Olá, eu sou a Isabel «Catrinita», é sempre bom recordar os bons velhos tempos, já não me lembrava destas fotos, foi muito emocionante.

Em relação à 1ªfoto, acho que não é a professora Maria José, mas sim, a professora Conçeição, da 1ªclasse, recordo-me perfeitamente que a Maria José era baixa e gordinha.

Beijinhos, «Catrinita».